Web Rádio

ptzh-CNnlenfrdehtitrues

Mensagens Pregadas

Declaração de Fé

Esta é a Declaração de Fé das Igrejas Batistas Independentes

I. CREMOS:

  1. na Bíblia como palavra de Deus, escrita por homens vocacionados e preparados por Deus, os quais sob a inspiração do Espírito Santo expressaram a mensagem divina, que pode ser transmitida a povos de qualquer raça e cultura;
  2. num só Deus Triúno ( Pai, Filho e Espírito Santo), Criador de todas as coisas, governador do universo, o qual é justo e amoroso para com todos;
  3. que o ser humano foi criado á imagem e semelhança de Deus, tornando-se pecador, pelo que a imagem de Deus nele foi mutilada;
  4. que Deus enviou seu filho Jesus Cristo a este mundo como salvador, o qual se tornou em corpo físico, semelhante ao homem, morreu na cruz e ressuscitou fisicamente e ordenou aos seus discípulos que pregassem o seu Evangelho a toda criatura. Tendo sido Ele assunto ao céu, à direita de Deus Pai, há de voltar para estabelecimento do reino de Deus e julgamento do mundo;
  5. que o ser humano só pode ser perdoado e salvo do pecado e de suas conseqüências eternas, crendo na obra expiatória de Jesus Cristo na cruz, mediante o arrependimento por obra do Espírito Santo nele;
  6. que a salvação é pela graça de Deus, sem méritos da parte do ser humano. Todavia, a salvação pela graça se traduz em obras do bem praticadas pelo cristão;
  7. que a igreja, instituída por Jesus Cristo, e composta de pessoas convertidas e batizadas conforme a ordenança do Senhor, tem a tarefa de proclamar as boas novas para a salvação do homem pecador, anunciar e mostrar a prática de justiça entre os homens, denunciando toda sorte de iniqüidade individual e social, assim como toda sorte de opressão que degrada o ser humano;
  8. que o verdadeiro crente recebe a unção do Espírito Santo, que o santifica e capacita com os dons específicos para exercer o serviço divino entre os seres humanos; cremos, também, que o batismo no Espírito Santo é uma experiência definida, sendo uma operação do Espírito distinta da obra e regeneração, e que o crente sabe se o recebeu ou não;
  9. que a manifestação plena do reino de Deus só se dará com a intervenção divina pela vinda pessoal de Cristo a este mundo; e
  10. na ressurreição dos mortos e no estado final e eterno dos salvos junto a Deus, e na separação daqueles que obstinadamente permaneceram na prática do mal.
 
II. ENSINAMOS SOBRE A IGREJA:
  1. que é uma instituição divina, organismo; e que, ao mesmo tempo, é uma organização com caráter jurídico;
  2. que os membros da Igreja têm todos os mesmos direitos e deveres, podendo haver entre eles privilégios estatutários;
  3. que os que presidem na Igreja são constituídos por Deus, devendo ser amados e respeitados;
  4. que, para a conservação doutrinária, a Igreja adota princípios de conduta moral e cristã que seus membros devem acatar. Caso estes princípios sejam rejeitados, a Igreja reserva a si o direito de exortar o faltoso, suspendê-lo de algum privilégio e, se for o caso, excluí-lo;
  5. que, a fim de se manter, e desenvolver suas finalidades, a Igreja contará com a contribuição de seus membros, tais como dízimos, ofertas, doações; e
  6. que as ordenanças da Igreja compreendem o ato batismal e a celebração da Ceia do Senhor.
III. ENSINAMOS SOBRE OS MEMBROS:
  1. o membro será admitido na Igreja mediante profissão de fé e batismo, consoante o previsto no estatuto, nas categorias de efetivo e/ou agregado;
  2. o membro será demitido e/ou excluído da Igreja conforme o estatuto. Para exclusão haverá justa causa. Esta, além do rol previsto no estatuto, será também tipificada pelos seguintes atos;
  3. prática de vício contumaz – embriaguez, uso e tráfico de drogas, tabagismo, bebidas alcoólicas; e
  4. imoralidade sexual, fora da relação matrimonial, que compreende prostituição, favorecimento à prostituição, fornicação, pedofilia, estupro, homossexualismo, lesbianismo, bestialismo, adultério e demais casos previstos em lei.
IV. ENSINAMOS QUE O CRISTÃO DEVE:
  1. ter uma vida norteada pelo seu amor a Deus e ao próximo;
  2. ser fiel a Deus, à Igreja e às leis de seu País;
  3. ser honesto no seu falar e agir;
  4. participar da vida política do País, podendo votar, ser votado para cargos públicos, contribuir para o bem estar da comunidade;
  5. zelar pelo princípio da vida;
  6. observar, quanto ao casamento, o princípio bíblico pertinente, isto é, uma união conforme a mesma fé cristã;
  7. zelar pelo princípio da solidariedade e da comunhão com seus irmãos de fé; e
  8. somente falar a verdade, seu testemunho em juízo ou fora dele, haverá de ser fiel.
V. DECLARAÇÃO SOBRE A SEXUALIDADE HUMANA - Cremos que todo ser humano foi ferido e quebrado pelo pecado e, portanto, todos necessitamos do poder de cura e restauração da imagem de Deus e que somente pela graça de Deus em Cristo Jesus é que o ser humano pode ser plenamente realizado quanto ao seu propósito relativo a sexualidade humana; somos conscientes das opiniões e idéias pós-moderna nesta área, e embora respeitemos os pontos de vistas, entendemos este assunto à luz da Palavra de Deus e, dessa forma as seguintes afirmações definem nosso entendimento comum para o comportamento sexual:
  1. Afirmamos a Bíblia como nossa regra de fé e a prática e abraçamos sua ética de compaixão, amor e serviço para todas as pessoas e a disponibilidade da graça de Deus através do arrependimento e do poder de transformação de Cristo. Lucas 5.30-32; João 8.1-11, 1 Coríntios 6.11;
  2. Afirmamos que a intenção graciosa de Deus para a conduta sexual humana, tal como definida nas escrituras, é a união fiel, ao longo da vida, monógama e heterossexual para pessoas casadas e comportamento de celibato comprometido para pessoas não casadas. Todas as outras práticas sexuais são claramente identificadas como pecaminosas e destrutivas dos indivíduos, da comunidade, da comunhão dos fiéis e dos propósitos missionários da igreja e, como todo pecado, necessitam de arrependimento, submissão ao poder transformador de Deus e restauração para a comunidade de fé. Gênesis 1.27, 2.24; 1 Tessalonicenses 4.3-8; Hebreus 13.4; Levítico 18.22, 20.13; Romanos 1.18-32; 1 Coríntios 6.9-10
  3. Este padrão moral não dá absolutamente nenhuma permissão para a violência contra qualquer pessoa que se engaje em práticas sexuais contrárias às escrituras, nem nos permite degradar ou depreciar o valor de qualquer pessoa à vista de Deus, "pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus"; e,  "Deus não enviou seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para salvá-lo". Romanos 3.23; João 3.17
  4. Portanto, nós encorajamos ministérios motivados pela graça que respondem às necessidades humanas e oferecem o amor, o perdão e a cura transformadores de Cristo a todas as pessoas feridas e quebradas, incluindo aqueles que costumam se envolver em vários pecados sexuais, heterossexuais e homossexuais.
  5. Reconhecendo o alto chamado da igreja, nos opomos à ordenação, ou ao reconhecimento da licença ou ordenação preexistente, de qualquer pessoa praticando, afirmando, endossando e/ou comemorando adultério, fornicação, comportamento gay / lésbico / bissexual ou outras práticas que sejam contrarias à intenção de criação de Deus conforme definido acima e não aceitamos, patrocinamos, promovemos ou toleramos qualquer prática similar, incluindo uniões domésticas ou civis em nossa propriedade ou dentro do nosso corpo. Devido ao nosso compromisso de fazer a missão juntos, todas as pessoas e entidades com quem temos ou venhamos a ter aliança fraterna, devem afirmar este padrão eclesial e ético, da qual a Igreja Batista Independente de Curitiba é signatária.
 
VI. A IGREJA E O ACEITE DO MEMBRO
  1. Esta Declaração de Fé é a síntese doutrinária da Igreja Batista Independente pela qual toda pessoa, membro da Igreja, deverá reger sua vida.
  2. Considerando ser social, comunitário e bíblico o acima exposto, como membro desta Igreja, aceito e prometo cumprir.

Boletim

Tenha acesso ao boletim informativo da Igreja em PDF

Conheça a IBI Curitiba

Página de Eventos Facebook

 

Devocional Neemias

Campanha de Jejum e Oração para o seu crescimento espiritual.

Devocional on-line grátis!

capa cibi2017 books empilhados

Diante dos problemas, Neemias aprendeu o que Deus pode fazer através da vida de uma pessoa disposta.

 

Como Chegar

 Cultos:
 Quarta:Culto de Oração, 20h
 Sábado: Culto de Jovens, 19h30

Domingo: EBD, das 10h - 11h30

 Celebração: 19h
 Estacionamento da rua Vital Brasil, 88
 Estacionamento da rua Guararapes, 2058

Please publish modules in offcanvas position.

Free Joomla! templates by Engine Templates