Cinco atitudes essenciais para uma vida bem sucedida

Um grande número de pessoas lida diariamente com resoluções diante dos problemas que enfrentaram no passado. Quando iniciamos um novo ano, então, uma grande quantidade de pessoas faz excelentes resoluções. Mas a estatística chocante é que 80% destas pessoas desistem das sua resoluções pouco mais de 6 semanas, após resolver fazer algo. Isto demonstra que eles são incapazes de serem disciplinadas para irem adiante. Portanto, não importa quantas resoluções de Ano Novo façamos ou quão bem intencionadas estamos, é, em última instância, que cada um de nós tenha a determinação de realizá-las. Para aqueles ainda não fizeram as suas resoluções de ano novo, aqui estão alguns princípios norteadores para fazer você pensar:

Desafios para o cristão na política

Estamos em época de eleições, rescaldados pelo processo político atual da dupla Dilma/Temer, pelos escândalos diários que vem à luz e, principalmente, pelos desdobramentos políticos da Operação Lavajato. É, portanto, tempo de uma reflexão sobre o cristão e a política. O intuito desta lição é lançar luz sobre a questão apontando parâmetros para uma reflexão política e teológica à luz da Bíblia. Pensando na política no seu sentido mais abrangente, precisamos compreender quais os princípios do Reino de Deus se aplicam à nossa prática na sociedade (em todas as áreas), visando aprimorar nossa consciência cristã no âmbito do governo, e o papel do cristão em sociedade, sua vocação e missão no mundo.
Neste sentido, a Bíblia há de nos conduzir a uma reflexão política coerente com a cosmovisão cristã. Há posições e posturas teológicas contrárias, bem como a favor da participação ativa do cristão na política. No entanto, o debate desta lição não foca as posições teológicas e sim o papel do cristão, devendo este ser necessariamente sal e luz. Leiamos os textos bíblicos:

Publish modules to the "offcanvas" position.