Reconhecendo a importância do chamado de Deus

Graça e Paz irmãos! Sou Silas Ribeiro, um jovem de 25 anos, casado, seminarista na Faculdade Cristã de Curitiba. Nasci na cidade de Telêmaco Borba, PR, mas muito cedo mudei-me para a cidade de Ponta Grossa, PR onde conheci o Evangelho da Salvação e aceitei a Cristo numa congregação (ev. Fernando) da Primeira Igreja Batista Independente (Bairro Nova Rússia, pastor Edvaldo Batista Suplano). Atualmente congrego na Primeira Igreja Batista Independente de Curitiba, com o pastor Elton Batista de Melo. Onde eu e minha esposa Aline Ribeiro, somos líderes do Ministério Conexão Kids. Gostaria de refletir sobre um tema que para nós é fundamental, pois muda radicalmente nossas vidas. E qual tema ou assunto é capaz de mudar nossas vidas?


É o reconhecimento do chamado ministerial para cada um de nós. E um grande erro que sempre cometemos é acreditar em nossas capacidades intelectuais e com isso medirmos o que Deus pode ou não fazer através de nossas vidas. Quando vemos o Senhor Jesus questionando seus discípulos, particularmente Felipe, em João 6:5 “(...) onde compraremos pão para dar de comer a multidão?” evidenciamos quão limitados somos, uma vez que Felipe olha para as circunstâncias ao seu redor e não se deslumbra com a possibilidade divina, em seguida ele diz em João 6:7 “Não lhes bastaria duzentos denários de pão para receber cada um o seu pedaço.” assim somos quando chamados para uma missão, seja ela grande ou pequena, fácil ou difícil. Olhamos para o que temos e somos quando na verdade o Senhor Jesus já sabe todas as nossas limitações e onde podemos chegar.

Vivemos em um mercado capitalista onde a regra é: temos que ser melhores que os outros se quisermos ser alguém na vida. E essa imagem construída ao longo dos anos entrou em nossas casas e famílias e como um efeito dominó para dentro de nossas igrejas. Vemos cada vez menos jovens preocupados com o chamado de Deus para sua vida e mais obreiros sobrecarregados causando assim enfraquecimento espiritual. Mas o que precisamos para fazer o obra de Deus? André, irmão de Pedro, diz em João 6:8,9 “...Está aí um rapaz que tem 5 pães e 2 peixes...” certamente aos olhos daqueles que estavam diante da cena jamais acreditariam que tais quantidades seriam o suficiente para alimentar mais de 5.000 homens, fora mulheres e crianças. Mas a Bíblia diz em João 6:11 “Então Jesus tomou os pães e os peixes e deu graças...” mostrando para eles que não importa o quanto temos, mas sim o que Jesus faz através de sua graça. Cristo nos escolheu não porque valemos alguma coisa ou mereçamos algo, mas porque ele nos ama e tem um plano maravilhoso para nós, ele requer de mim e de você que apresentemos nossos pães e peixes para que possa nos dar sua graça e sua obra possa ser multiplicada.

A minha oração é que Deus levante cada vez mais homens, mulheres, jovens e crianças dispostas a fazer a sua obra e falar do seu amor, que nos livrou de uma condenação eterna e nos levou para um Reino de Paz.


Imprimir   Email